Saber quais são os sintomas da depressão é primeiro passo para identificar se você possui a doença ou não. Na maioria das vezes, esse distúrbio se manifesta de maneira discreta, e esse é um dos fatores que pode dificultar o diagnóstico.

Por isso, é importante se atentar aos sinais de depressão. Por menores que eles possam parecer, ao identificá-los é fundamental procurar um especialista para que ele possa verificar a melhor forma de tratamento. Confira!!

Sintomas da depressão

Uma das dúvidas recorrentes é quais os sintomas da depressão. Vários sinais podem demonstrar o desenvolvimento do distúrbio. Além disso, é preciso ter em mente que muitas vezes eles podem ser confundidos com sintomas de outras doenças.

Confira abaixo alguns dos sintomas de depressão:

  • Apatia;
  • Mudanças bruscas de humor;
  • Falta de motivação;
  • Sensação de medo constante e sem motivo;
  • Dificuldades para se concentrar;
  • Distúrbios no apetite;
  • Indecisão e/ou Insegurança;
  • Problemas para dormir;
  • Desmotivação para fazer atividades que antes amava;
  • Sensação de vazio;
  • Irritabilidade;
  • Problemas de memória;
  • Sensação de ansiedade e/ou Angústia;
  • Isolamento social;
  • Falta de energia e ânimo.

Além dos sintomas acima, é importante ter em mente que a depressão também pode gerar sinais físicos. Entre eles:

  • Distúrbios estomacais;
  • Constipação;
  • Fadiga;
  • Dores musculares;
  • Tensão na nuca e nos ombros;
  • Dores na cabeça;
  • Azia e má digestão.

Dicas de como combater a depressão

Para combater a depressão, antes de qualquer coisa é necessário procurar um especialista. Isso porque ele irá analisar o tipo e grau da doença para só então recomendar tratamentos. Mas entre as formas de combater essa doença estão:

Atividades físicas

As atividades físicas podem ajudar e muito no tratamento dessa doença, principalmente se associadas ao uso de medicamentos prescritos por um especialista. Isso porque os exercícios conseguem aumentar a produção de determinados hormônios que aumentam a sensação de bem-estar no paciente.

Comece a praticar dança

Mais uma das formas de combater a depressão é através da dança. Estudos mostram que essa atividade consegue proporcionar uma melhora no quadro por diversos motivos.

Assim como os exercícios físicos, ela também consegue aumentar a produção de hormônios que conseguem provocar a sensação de bem-estar. Além disso, ela também age de forma mais subjetiva, uma vez que pode ser usada para a pessoa expressar seus sentimentos, e até mesmo entender os gatilhos que causam crises de tristeza e ansiedade.

Alguns pesquisadores também afirmam que a dança tem esse impacto positivo no combate da depressão por estimular a concentração. É como se o paciente conseguisse canalizar tudo aquilo que o deixa em estado depressivo, e expressasse isso através dos movimentos de dança.

Medicamentos

Os medicamentos são praticamente indispensáveis no tratamento da depressão, uma vez que a doença é desencadeada por mudanças hormonais causadas por vários fatores. Conduto, eles só podem ser usados com prescrição médica.

Tenha em mente que existem vários remédios antidepressivos, para diferentes graus da doença. E dependendo do caso do paciente, ele precisa mudar constantemente de dosagem, até mesmo para não desenvolver um vício.

Por isso os medicamentos nunca devem ser usados por conta própria.

Terapia com psicólogo

Além do tratamento com foco na questão “física”, também é necessário tratar a parte da mente e do emocional. É apenas resolvendo essas questões que é possível ter uma melhora real no quadro.

E por isso uma das dicas é fazer terapia com um psicólogo. Esse tipo de profissional poderá oferecer uma visão de fora e neutra sobre o quadro, ajudando na compreensão das raízes do problema.

Agora que você sabe quais os sintomas da depressão, não deixe de procurar ajuda profissional. Apenas um especialista poderá indicar tratamentos, incluindo terapias alternativas.


Leave a Reply

Your email address will not be published.